notification icon
Gostaríamos de mantê-lo atualizado com notificações.
  • Apenas online
Recuperador a lenha Solzaima MYTHO Eco
search
  • Recuperador a lenha Solzaima MYTHO Eco
  • Etiqueta Energetica Recuperador a lenha Solzaima MYTHO Eco

Recuperador a lenha Solzaima MYTHO Eco

1 705,00 €
Com IVA

Recuperador a lenha Solzaima de Aquecimento Central modelo Mytho ECO

Características:

- Potência Nominal: 21,7 kw

- Potência Água: 15,4 kw

- Rendimento: 80%

- Volume de Aquecimento: 493 m3

- Consumo de lenha: 6,2 kg/hora

- Comprimento máximo da lenha: 500 mm

- Diâmetro da chaminé: 200 mm 

- Medidas: 795 x 1017 x 605 mm

- Peso: 225 kg

- Volume de água: 63 Litros

- Pressão máxima: 3 BAR

- Classe Energética: A

Aros opcionais:

Aro 4 lados 4,4cm

Aro 4 lados 4,4cm com vidro

Aro 4 lados 7,4cm 

Mais informações sobre o produto na descrição abaixo, em caso de dúvidas contacte-nos através do Whatsapp.

Envios grátis para todo o país exceto ilhas. Para informações sobre disponibilidade do produto fale connosco!

Quantidade

Os equipamentos de aquecimento central a água são uma solução ideal para o conforto da sua casa. Podem funcionar de forma autónoma ou interligados com os restantes sistemas de aquecimento da sua casa. São perfeitamente complementares e tornam-se a solução mais económica para quem pretende substituir as seguintes formas de energia:

Painel Solar Térmico: neste caso, a complementaridade é perfeita. Os painéis solares funcionam bem de dia e no Verão, para o aquecimento de águas sanitárias. Os equipamentos de aquecimento central a água funcionam normalmente de Inverno e de noite para aquecer toda a sua casa e serve de auxílio aos painéis solares no aquecimento das águas sanitárias quando o sol não está disponível.

- Caldeira de aquecimento central a gasóleo: nesta situação, quando liga o seu equipamento de aquecimento central, um termostato vai desligar de forma automática a sua caldeira de gasóleo, o que lhe trará uma poupança elevada de combustível durante as horas de maior consumo. Esta solução permite-lhe pagar o equipamento de aquecimento central a água em 18 meses, e o ambiente agradece.

Gás ou outras formas de aquecimento: a interligação com o equipamento de aquecimento central funciona de forma idêntica à da caldeira de gasóleo e permite-lhe uma considerável poupança de energia, uma vez que o recuperador de aquecimento central a água é uma forma de aquecimento CO2 neutra.

+ ECONÓMICO: para aquecer uma casa tipo com cerca de 150 a 200 m2 gastar-se-á cerca de 1,5 toneladas de lenha em 5 meses de Inverno, o que significa cerca de 180 euros. Este valor representa 3 vezes menos face ao combustível gasóleo e 2,5 vezes menos face ao combustível gás.

+ ECOLÓCIGO: Rendimentos superiores a 70%, emissões de CO2 neutras, homologação de acordo com as normas CE.

+ COMPLEMENTAR:  um equipamento de aquecimento central a água é perfeitamente complementar com os painéis solares térmicos. Os painéis só funcionam de dia e de Verão e o recuperador normalmente só se liga de noite e de Inverno; Com ambas as fontes de aquecimento estão supridas as necessidades de uma casa normal.

KIT EMBALAMENTO:  sistema de segurança mecânico que evita que o equipamento se danifique por excesso de temperatura, devido por exemplo, a uma bomba danificada ou um corte de corrente elétrica. Consiste num dissipador ao qual devemos conectar, na entrada, uma válvula de descarga térmica (opcional). A saída deve ser ligada ao esgoto.

Sobre o Fornecedor:

Compromisso SOLZAIMA,

É acima de tudo uma forma de viver em equilíbrio. De adequar as atividades humanas, de maneira a que as sociedades possam preencher as suas necessidades e expressar o seu maior potencial no presente, preservando a biodiversidade e os ecossistemas naturais, por forma a garantir a existência de recursos para as gerações futuras.

É neste contexto que a Solzaima concebe e projeta soluções e equipamentos "movidos" a biomassa como fonte primária de energia. É o contributo da Solzaima a sustentabilidade do planeta - uma alternativa economicamente viável e amiga do ambiente, salvaguardando as boas práticas de gestão ambiental de forma a garantir um eficiente gestão do ciclo de carbono.

A madeira é considerada energia solar armazenada, sendo os seus componentes: água, luz solar e dióxido de carbono. A madeira só liberta (durante a queima) a quantidade de dióxido de carbono que esta extraiu do ar enquanto ser vivo, recuperando-o quimicamente enquanto árvore. Contudo, é indiferente se a madeira apodrece na floresta ou é utilizada para aquecimento doméstico. A libertação de dióxido de carbono será sempre a mesma, durante o seu período de vida ou durante o processo de queima.

O dióxido de carbono libertado durante o processo de combustão é absorvido posteriormente pelas restantes árvores, criando assim um ciclo natural de absorção de dióxido de carbono, isto é, carvão neutro.

A energia é um elemento fundamental da sociedade e da economia e a força motriz por de trás de quase tudo o que nos rodeia. O aumento do preços das energias fósseis (petróleo, carvão e os seus derivados) que se verificou nos últimos anos, tornou óbvia uma dependência excessiva face a esse tipo de energias. As consequências da sua utilização são já sobejamente conhecidas de todos.

A sociedade e o planeta requerem fontes de energia "limpas" de ponto de vista ambiental e produzidas de uma forma sustentada, para garantir a qualidade de vida e o futuro das gerações vindouras.

A biomassa apresenta-se como uma excelente alternativa. Fonte de energia renovável, derivada de material biológico natural, tais como madeira (lenha) ou resíduos florestais vários (pellets).

Um dos elementos mais utilizados para a produção de energia biomassa é a madeira. fruto da existência de um extenso parque florestal e da necessidade de anualmente efetuar cortes e limpezas, de forma a manter uma floresta saudável, temos um abastecimento florestal contínuo, a preços competitivos e estáveis, mantendo e garantindo a sustentabilidade e o futuro saudável das nossas florestas. A biomassa é já bastante usada na produção de calor, apesar do seu potencial ter ainda muito por onde explorar. Apenas 4% das necessidades energéticas europeias são satisfeitas com este tipo de energia.

ECONOMIA

Os  combustíveis Lenha e Pellets são hoje a fonte de combustível mais económica para o aquecimento da sua habitação, o que permite pagar o investimento nos equipamentos de aquecimento a biomassa em muito pouco tempo.

A figura seguinte mostras as diferenças de custo por KW entre os diversos combustíveis para aquecimento, tomando como referência o custo por KW da lenha. Pode facilmente verificar a poupança que obtemos quando utilizamos a biomassa (lenha ou pellets) em detrimento das restantes formas de combustível para aquecimento.

PA1081X054
Novo produto

Downloads

Ficha Técnica

Recuperador Solzaima Mytho

Downloads (494.01k)

Também poderá gostar

chat Comentários (0)
De momento, sem avaliações.