notification icon
Gostaríamos de mantê-lo atualizado com notificações.
Lareira a fogo aberto VS Recuperador de Calor, o que devo saber?
   15/10/2022     Aquecimento , Instalação  
Lareira a fogo aberto VS Recuperador de Calor, o que devo saber?

Com o Inverno a aproximar-se esta é uma questão muito comum: quais são as diferenças entre uma lareira de fogo aberto e um recuperador de calor a lenha.

Aqui ficam algumas diferenças que consideramos importantes e que deverá ter em conta se está a ponderar fazer esta alteração em sua casa.

Consumos de lenha:

O consumo de lenha de um recuperador é muito inferior à de uma lareira a fogo aberto.

Certamente que se já pesquisou sobre recuperadores de calor se deparou várias vezes com o termo "rendimento".

Por exemplo, um rendimento de 70% significa que consegue aproveitar 70% da energia contida na lenha para o aquecimento da sua casa.

Num recuperador de 5kW com 75% de rendimento, o consumo será de cerca de 1,6kg de lenha por hora para o aquecimento de uma sala com 35m2.

Numa lareira convencional de fogo aberto, o seu rendimento é de cerca de 10%, o que significa que irá consumir aproximadamente 12kg de lenha para produzir os mesmos 5kW que lhe servem para aquecer a sala com 35 m2.

Existe neste exemplo uma diferença de 10,4kg de lenha por hora, que se traduz numa poupança muito grande no final de uma temporada. Em pouco tempo, recupera o investimento do recuperador de calor.

Nas lareiras de fogo aberto não há controlo da combustão, já nos recuperadores existem várias opções com peças que permitem controlar a entrada de ar e reduzir ainda mais os consumos de lenha.

Emissões de CO2:

Um recuperador tem um valor de emissões de CO2 inferior ao de uma lareira de fogo aberto.

As emissões de CO2 (dioxido de carbono) de um recuperador são ambientalmente neutras, uma vez que, a quantidade de CO2 libertada pela lenha é idêntica quando queimada ou quando apodrece na floresta. As emissões dependem da eficiência da queima dos recuperadores, ou seja, quanto mais eficiente for o recuperador e quanto for melhor o seu processo de combustão, menor será a perda química e mais eficiente será o aparelho.

Já as lareiras de fogo aberto, tem um sistema de construção muito simples: uma zona de combustão habitualmente feita em tijolo refratário com uma ligação aberta à chaminé. Como referimos anteriormente a efeciência destas lareiras ronda os 10%, que se traduz numa quantidade de emissões superior.

Segurança:

Os recuperadores de calor certificados são seguros, ao contrário das lareiras de fogo aberto.

As lareiras abertas não dispõem de qualquer proteção, podem por isso saltar faúlhas que podem facilmente originar um incêndio dentro de casa, caso não haja vigilância. Já nos recuperadores de calor, isso não acontece, uma vez que todos dispõem de porta de abertura.

Odor a fumo:

Nas lareiras de fogo aberto é comum existir sempre algum odor a fumo dentro de casa, algo que não acontece com os recuperadores de calor. Tenha em conta que devem ser respeitadas todas as normas para uma correta instalação.

Por fim, deixamos uma nota importante:

A colocação de uma porta na lareira aberta não vai resolver o problema de odores a fumo, má tiragem ou rendimento. Pelo contrário, irá agravar todas estas situações.

Ficam abaixo algumas obras com um antes e depois:

Partilhar: